Contacto | Aviso legal english português magyar České deutsch

Gotas de Água no Deserto

Consumo de Água

 

Sumário

primeira instalação do Projeto Museo Mundial a ser instalada no Museu-Castelo do Museu de História de Budapeste realça os hábitos de consume de água hoje.

A instalação está localizada em dois locais do museu: os medidores de consumo de água, com as questões sobre “Quanta água é que pensas que gastas durante o lavar das tuas mãos e o uso da sanita?” estão instalados nas casas de banho do 1º piso. Já a parte principal da instalação está localizada na secção “Cultura balnear – Banhos Rudas” da exibição “Budapeste Luz e Sombra – 1000 anos de Capital”. Na forma de uma mesa transparente, ocupada com bolas em papel simbolizando gotas de água e em vários baldes de estanho, suscita questões nos visitantes que, vivendo na Europa ou América do Norte, têm um acesso imediato a água potável nas torneiras, sem restrições e de forma natural. Assim, até que ponto estamos conscientes do valor real da água no ambiente global? Estaremos mesmo a valorizar este recurso natural como deve ser?

 

Detalhes

  • Os visitantes podem verificar quanta água consomem durante o lavar das suas mãos, ao usar a casa de banho. Estas estão situadas no mesmo piso da exibição “Budapeste Luz e Sombra – 1000 anos de Capital”
  • É suposto os visitantes encontrarem a segunda parte da instalação através de um mapa-roteiro para a secção “Cultura balnear – Banhos Rudas” que é parte da exibição mencionada acima.
  • A instalação está localizada em frente a mostruários em forma de cabinas de praia (que exibem a história dos fatos-de-banho) e ao lado de cartazes de diferentes épocas sobre a cultura balnear.
  • Contém 5 baldes de estanho de diferentes capacidades (5L, 2L, 1L e 3dL). O balde de 2L está cheio de pérolas em papel que imitam a água durante o derrame do balde. Desta forma, as diferenças entre as quantidades podem ser demonstradas.
  • Ao lado da mesa, um balde de estanho, virado ao contrário, está coberto com uma almofada e oferece um lugar confortável para o visitante se sentar enquanto lê os materiais informativos relacionados.
  • A instalação está ligada a uma sala que introduz a história da cultura balnear em Budapeste, dos banhos turcos aos spas metropolitanos, resultante das nascentes na Hungria.
  • Os materiais informativos ligam os visitantes ao presente e ao objetivo do costume dos banhos turcos se deverem manter tanto quanto possível
Museo Mundial_HU_Water_1
Museo Mundial_HU_Water_2
Museo Mundial_HU_Water_3

    Orçamento + recursos

    Orçamento necessário:

    Materiais

    850 €

    Design

    550 €

    Total

    1400 €

    Passo a Passo

    1º Passo:

    Escolher objeto e tópico

    A água como tema era um assunto evidente no Museu de História de Budapeste já que uma das exposições permanentes, recentemente renovada, sobre a história de Budapeste exibe a cultura de curas de água, no sentido dos banhos turcos em Budapeste. Basicamente, elabora-se sobre um tópico em cada sala, mas visto ao longo de séculos diferentes. É assim que frações de banheiras turcas e fatos de banho do século 20 podem estar ao lado um dos outros na exposição. Além disso, existe um cartaz que declara que "até agora apenas as pessoas ricas tiveram a oportunidade de ir a banhos, mas a partir de agora os banhos públicos estão abertos a todos '. A disponibilidade de água limpa em diferentes partes do mundo tem, assim, um lugar nesta exposição.
    Além disso, desejávamos surpreender os visitantes alcançando-os num lugar inesperado. É por isso que escolhemos as casas de banho, onde tínhamos planeado instalar dispositivos de medição de água tanto nas torneiras como nos autoclismos.


    2º Passo:

    Verificar as pré-condições técnicas

    Tivemos de encontrar alguns locais nas exposições permanentes onde poderíamos colocar as instalações e, a este respeito, a sala escolhida foi adequada. Quisemos simbolizar as gotas de água através de pequenas bolas, que enchem os baldes. No entanto, as bolas não poderiam ter sido feitas de vidro, porque teriam quebrado no chão de mármore da exposição. Não poderiam ser demasiado pequenas a fim de evitar acidentes, como serem engolidas por crianças. O plexiglass foi escolhido porque parecia ser o material mais translúcido, simbolizando assim a água. Finalmente, decidimos por bolas de papel, porque o seu tamanho era adequado e o preço acessível.


    3º Passo:

    Estimativa de custos

    Para criar uma instalação deste tipo, necessitou-se, para além de designers gráficos, de um arquiteto de interiores e de um designer de instalação para planear as operações da mesa em plexiglass. Se tiver um colega disponível com quem se trabalhe frequentemente, ou talvez aquele que criou a exposição, poderá ser a solução mais fácil. O processo de conceção não é barato e os preços podem ser muito diferentes. Além disso, a opção mais barata pode não ser a melhor.
    Outros assuntos dizem respeito aos materiais e à execução da instalação. Neste caso, não pudemos ter acesso a um medidor de água, onde se poderia ver facilmente a quantidade de água consumida, pelo que tivemos de ter em atenção os diagramas explanatórios.

    4º Passo:

    Criar conteúdo

    Para definir o conteúdo, verificou-se que um objetivo inicial era o de notificar o visitante desta temática. Isto definiu os principais conteúdos das casas de banho. Na secção da cultura spa, o tópico mais importante era o de explicar porque é necessário prestar atenção e como funciona nos outros locais e países. O nosso objetivo era de responder a estas questões, que seriam levantadas pelo visitante. Nesta instalação, e de acordo com os feedbacks, o tema é muito popular, o que nos levou a escrever algumas sugestões de como se pode reduzir o consumo de água.

    5º Passo:

    Últimas correções

    Quando desejarmos explicar conteúdos mais sérios com textos mais curtos, vale a pena usar forasteiros para o verificar e interpretar. O efeito é maior se formularmos a mensagem de uma forma mais simples, mas mais clara.


    6º Passo:

    Implementação

    Num museu, é possível que uma instalação deste tipo, com duas estações, não poder ser construído num dia da semana em que o museu está fechado. Aconselha-se a agendar o processo de implementação e a colocação das inscrições de forma a não incomodar ou confundir os visitantes se por acaso um produto semiacabado é colocado lá por alguns dias.

    7º Passo:

    Manutenção

    A instalação e a área envolvente devem ser examinadas constantemente uma vez que os visitantes gostam de decorar as paredes com inscrições e escritos.

    Avaliação

    Pontos Positivos e Negativos

    Positivos

    • O lugar inesperado no museu, com uma questão na casa de banho, apanha o interesse do visitante
    • A água enquanto tema adequou-se ao assunto da cultura dos banhos
    • A possibilidade de tocar e brincar com os baldes e pérolas aumenta a consciencialização dos visitantes


    Negativos

    • Não é fácil os visitantes imaginarem as bolas de papel como gotas de água
    • O tipo de medidor de água não mostrou resultados evidentes na lavagem das mãos.

    Comentários dos visitantes

    • Os visitantes valorizaram os conselhos de poupança de água
    • As pequenas bolas como gotas de água são difíceis de interpretar por muitas pessoas.

    Links da Internet + outras fontes

    UN Water: The United Nations inter-agency mechanism on all freshwater related issues, including sanitation

    www.unwater.org/statistics/en/ (last accessed 2015/08/27)

    UNESCO: World Water Assessment Programme (WWAP)

    www.unesco.org/new/en/natural-sciences/environment/water/wwap/wwdr/ (last accessed 2015/08/27)

    WHO/UNICEF: Joint Monitoring Programme for Water Supply and Sanitation (JMP)

    www.wssinfo.org/ (last accessed 2015/08/27)

    Budapest Water Summit 2013:

    www.budapestwatersummit.hu/future-and-water/the-source-of-the-life/  (last accessed 2015/08/27)

    The World’s Water: Information on the World’s Freshwater Resources (Pacific Institute)

    www.worldwater.org/ (last accessed 2015/08/27)

    Water Footprint Network:

    www.waterfootprint.org/en/ (last accessed 2015/08/27)

    National Geographic: Sustainable Earth - Water

    www.environment.nationalgeographic.com/environment/sustainable-earth/water/ (last accessed 2015/08/27)

    National Geographic: The Hidden Water We Use

    www.environment.nationalgeographic.com/environment/freshwater/embedded-water/ (last accessed 2015/08/27)

    Global Water Partnership: Towards a water secure world

    www.gwp.org/ (last accessed 2015/08/27)

    Global Water Partnership Blog:

    www.globalwaterpartnership.wordpress.com/category/sustainable-development/ (last accessed 2015/08/27)

    SIWI: World Water Week Stockholm 2015

    www.worldwaterweek.org/ (last accessed 2015/08/27)

    COP21 Paris 2015:

    www.cop21.gouv.fr/en (last accessed 2015/08/27)

    Este website é cofinanciado pela União Europeia e apoiado pelo Camões - ICL. Os conteúdos deste website são da exclusiva responsabilidade dos parceiros do projeto Museu Mundial e não podem, em caso algum, ser considerado como expressão das posições da União Europeia.


     EU